sábado, 13 de junho de 2015

Está na Lista! #9

1. Coisas que deveriam ser de borla

O Ópio Negro.
Há uns dias, em plena sessão de terapia anti-stress (i.e. Compras), entrei numa daquelas lojas que as mulheres detestam, cheias de perfumes, cremes, maquilhagem, acessórios e tudo e tudo e tudo... Como habitual, uma das funcionárias promovia à entrada um novo perfume, oferecendo uma amostra a quem passava. Por norma, quando entro nestas lojas, evito experimentar diferentes odores, pois ao terceiro já estou com uma monumental dor de cabeça. Sou muitoooo esquisita com perfumes, o que sempre achei estranho, visto que o olfato não é de todo o meu forte (um dia irão compreender quando vos falar de cozinha...). Finalmente, descobri a razão: tenho um nariz gourmet! É isto: o meu nariz só suporta odores muito requintados tal como aqueles pequenos vestígios de comida nos pratos gourmet!
A rapariga ofereceu-me um daqueles papelinhos com o perfume, eu aceitei e experimentei cheirá-lo... é fan-tás-ti-co! Foi vício à primeira cheiradela! De tal forma, que em vez de ir para o lixo, foi para a minha mala, na esperança que esta fique com aquele cheiro eternamente. Pelo menos, enquanto não for de borla, porque o seu preço é criminoso...

Black Opium, Yves Saint Laurent

2. Coisas que deveriam ser prioridade

Dormir.
Não basta desejar dormir, há que dormir. É uma questão de saúde e nenhum de nós tem a verdadeira noção do quanto nos faz mal noites mal dormidas.
A National Sleep Foundation (constituída por especialistas de diversas áreas) fez uma atualização do número de horas que devemos dormir, em função da nossa idade e, segundo estes especialistas, um jovem adulto deve dormir 7 a 9 horas por diaOu seja, as noites em que obrigamos o nosso corpo a estar alerta, como se fôssemos um dos vampiros do Twilight, devem ser evitadas - o corpo e a mente precisam mesmo de uma pausa para limpeza!
Como é óbvio, todos passamos por momentos em que é impossível contrariar a imposição de não dormir (tenham um bebé e vão ver...), por isso é importante compensar essas horas com uma bela sesta (aprendam com nuestros hermanos).
Eu confesso que sou uma noctívaga. Já fiz muitos estragos durante anos e sei que vou pagá-los todos no futuro. Contudo, embora continue a preferir a noite para trabalhar, obrigo-me cada vez mais a deitar cedo e tento fazer uma gestão diferente das tarefas. A energia, a concentração e a pele têm agradecido...


Photo: Google
3. Coisas que todos deveriam fazer

Fazer a travessia para Troia de barco. Pelo menos uma vez na vida.
Hoje as coisas estão bem mais modernas, principalmente desde que Troia mudou o seu rosto (e tronco e pernas e tudo). Até já há Via Verde e Wi-Fi.
Lembro-me de ser pequena e adorar passar para o outro lado. A fila era interminável para entrar no ferry, o que dava tempo para ir comprar o jornal e as revistas que se levavam para a praia ou para se estudar o comércio cigano que ali era forte. O ferry partia e as pessoas saíam dos carros concentrando-se numa audiência para contemplar o rio Sado e os seus golfinhos. Eram tantos que, por todo o lado, faziam saltos artísticos para a fotografia ou simplesmente para a satisfação dos que observavam. Lembro-me de acompanhar cautelosamente as alforrecas encontradas no trajeto (aos montes!) e desejar verdadeiramente que se concentrassem todas ali e não houvesse nenhuma na praia. Urgh...
Hoje o trajeto é diferente, mas não deixa de ter o seu encanto. As pessoas continuam a concentrar-se para observar o rio azul e as alforrecas continuam a assombrar certamente as mentes dos mais pequenos. Só os golfinhos é que são agora um espetáculo cada vez mais raro de se ver... Mas fica o desafio: tentem captar uma imagem dos nossos roazes!

Photo: Google
Post sem contrapartida publicitária, suportado apenas pela minha real gana.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...